Uma em cada quatro pessoas, habitualmente, ronca. Mas o que poucos sabem, é que o ruído que incomoda tantas pessoas é uma doença que provoca obstrução parcial das vias aéreas superiores, dificultando a passagem do ar, provocando vibração e o som.

Por esse motivo, são recomendados tratamentos adequados para impedir sua evolução que traz riscos à saúde. A apneia, por exemplo, surge em consequência do ronco. Em casos menos complexos, o distúrbio é resolvido com um simples aparelho ortodôntico.

Já nos casos mais graves, a solução definitiva seria a cirurgia. O procedimento pode ser realizado com o laser odontológico em no máximo duas sessões, e sem anestesia com o laser de alta potência. O calor gerado pelos pulsos da luz de altíssima frequência atingem as células do palato mole e duro e a úvula,  aumentando a cavidade, melhorando a passagem do ar e eliminando em definitivo o ronco.